[Fase6] Esboços de Vida


Um traço de cor que se desfaz em vida,
Tivesse eu outra saída
Do que desenhar sentimentos
Por dentre todos os momentos
Que o meu respirar tem mais do que uma saída.

Sou traço de uma caneta de emoções.
Hoje viro chuva e luar,
Amanhã serei sol e vento.
Por enquanto viro contratempo
De uma melodia que não parece parar.

Quem és tu, doce alegria?
Como ousas tu me ensinar
Toda essa vida que é cantarolar
Pela Natureza, minha sinfonia?

Não sou compositor da vida,
Porém ouso pausar em pequenos passos.
Diante de tantas linhas pela vida
Ouso traçar os meus esboços
Mesmo que tudo seja menos que tremoços.

Poesia é vida escondida
Que teima sentir-te, sem doer.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

[BC LITERÁRIA] Paixão pela leitura

[Sentires] Agonia