[Palavras Imensas] Questionadora


Pudessem meus olhos saber tudo,
Descobrir todas as cores da vida,
Sentir todas as vidas do mundo,
Saber cada resposta de todas as questões…
Mas quem seria eu se soubesse?

As questões que me assaltam a vida,
Aquelas a quem nunca respondo,
Fazem de mim uma fugitiva,
Pois fujo de respostas, quero perguntas,
Deixando minha sina num turbilhão,
Sentindo na pele cada pergunta…
Quem sou eu? Não há respostas…

Questiono o mundo e seus vícios,
Seus medos e cada podre,
Aqueles que toda a gente sabe,
Mas que ninguém gosta de ouvir
Nem ousa sequer falar.
De todas as perguntas só tenho uma resposta,
Procurarei a cada novo dia,
Não importam bem os tempos,
Procurarei todas aquelas perguntas,
Questionando ao mundo,
Fazendo-o acordar!
Pois eu sou questionadora de natureza,
E nunca vou parar!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

[BC LITERÁRIA] Paixão pela leitura

[Sentires] Agonia