[Conto] Eu quero ficar só

novembro 25, 2016

Acho que ouvi alguém, porém não levantei o meu rosto do chão. Queria que tudo à minha volta simplesmente desaparecesse e eu pudesse continuar aqui no chão para o resto da minha vida. O que me importava levantar se não tinha lugar para onde quisesse ir? Eu me sentia em cada nesta tempestade, neste jardim, nesta estrada sem gente que me pudesse importunar.
Eu senti aquele corpo aproximar-se de mim porém, não olhei. A curiosidade que alguma vez tive simplesmente se lavara com todo este caminho que percorrera. Nada mais me interessava além deste chão tão parecido com a minha vida agora.
- O que te traz? – Perguntei. O meu tom simplesmente dizia ‘desaparece’, que a pessoa entendesse o que eu precisava.
- A tua mão. – Ouvi a resposta, o tom suave contrastava com a tempestade que nos rodeava. – A tua mão me trouxe.
Ergui o meu rosto, observava um rosto sério. Olhos cinzentos, da cor da tempestade, pele molhada em tom café e lábios carnudos. Eu não sabia como a minha mão estava agora junto à dela. Parecia uma menininha, só que eu não imaginava como estava lá só. Olhei à minha volta e tudo permanecia deserto.
- A tua mão me aquece. – Comentou, sorrindo. Aquele sorriso pareceu encontrar-se com o meu olhar e deixá-lo ainda mais solitário. Como poderia aquele sorriso me fazer sentir ainda mais só?
- Não preciso de uma mão. Apenas quero ficar sozinha. – Afastei a minha mão, olhei novamente para o chão. Não me interessava que aquela criança estivesse sozinha. Eu não me iria mover novamente.
- Eu quero ficar só. – Ouvi a sua voz continuar, enquanto se levantava. – Eu estou só aqui contigo. – Um som de um pesado sorriso veio não muito de cima. – Eu sou só todo o tempo.
 

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts