[Textos] Poço

setembro 02, 2016

Um segundo, basta apenas um segundo para se escrever um fundo de um poço.
Aquela profundidade onde a loucura e destreza parecem permanecer.
Lá somos afogados, somos destronados de cada pensamento nosso.
Lá somos fénix em cinzas.
Nos perdemos por um segundo no poço, subimos pela eternidade das horas.
Erguer o rosto, observar a luz tão longe e tão quente.
Saber o gelar da água sobre o nosso corpo e o calor da luz que nos ilumina.
Aprender que as emoções são como esse poço.
Saber o que sorri, saber o som da lágrima pelo nosso poço.

Somos tão ignorantes, sentimos tanto e nada sabemos...
Somos humanos demais, demasiado perdidos por nós mesmos que não sabemos quem somos aqui - hoje.

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts