[Fase 6] Queria saber-te

abril 12, 2016

Queria saber-te sobre os meus braços,
Encontrar-te destemido entre traços
De tão breves versos que te dei.

Poderia dizer-te tão breves poemas,
Ou então olhar-te apenas...
Mas se te sinto, não o sei.

Hoje escrevo-te leves versos,
E meus olhos ficam presos
Àquele relógio deambulante.

Sossega doce alma,
Como quem não te chama...

Ouso querer-te hoje,
Ouso desejar saber-te.
Porém a maré não me leva,
A maresia não te traz.

Faço de garrafa partida,
A minha mensagem,
Afundada... Despedaçada.
E que saber-te não te encontre,
Que minha mente continue parada.

Vamos sorrir-te amanhã,
Com carinho...
Queria saber-te hoje,
Mas saber-te-ei apenas amanhã.
Naquele nosso forte abraço imaginado.

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts