Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2016

[BC LITERÁRIA] Paixão pela leitura

Imagem
A cada mês são-nos propostos temas para realizar a Blogagem Colectiva, que tem sempre temas tão originais! Querem participar? Cliquem 'aqui' e façam parte do grupo!
Esta semana optei por Escolher a blogagem colectiva literária do Blogs Up. Abaixo encontram a imagem com o link dessa blogagem e a minha escolha.
Qual é o autor responsável pelo seu amor pela leitura?
Eu sempre gostei de ler, umas vezes mais, outras menos... Tive na minha vida muitos estilos de livros - deste histórias, áreas cientificas, até espirituais. Talvez por isso também tenha tentado escrever prosa, desenvolvendo a minha vertente de literatura fantástica.
Enfim, mas hoje não é sobre mim mas sobre aquele autor que me deixou impressionada. Não pela história em si - pois, para isso seria Anne Frank aquela que mais me marcara - mas a forma como o misticismo envolveu a sua escrita.

O livro é 'A Cidade dos Deuses Selvagens' de Isabel Allende. Uma história para jovens, que me fez desejar sonhar e desenvolve…

[Fase 4] Passos de Ilusão

Imagem
Caminho é aquele que vou seguindo,
Deixando que cada parte de mim também vá.
Se os dias tivessem mais horas,
Se os momentos fossem mais duradouros,
Um sorriso nunca desaparecia,
Uma lágrima nunca secava...

Rasto, por onde me levas?
Deixa-me, abandona-me, despreza-me...
Meus passos não são os teus,
Gostava de puder correr,
De fugir de ti que me pegas a toda a hora...

E porque o sorriso me acompanha,
Porque tudo aquilo que sou
Não é nada mais do que o que sinto,
Aquelas meras palavras que vão brotando do simples vazio
Que preencho a cada nova lágrima brotada,
A cada sorriso verdadeiro.
Rastos de tudo o que não é,
Um caminho traçado algures pelo vazio...
Enche-te, preenche-te, liberta-te!

[Opinião] Dias Nacionais - 25 de Abril

Imagem
Fonte da imagem acima da wikipédia, foto Henrique Matos: aqui.
Foi em 1974, aquele ano por onde eu ainda nem era nascida. Aquele momento que a ditadura que tantos oprimiu deixou espaço para a evolução da nossa cultura e país. Foi um ataque às opressões, ao que é desumano, ao que parecia ser o maior declínio de Portugal ao nível evolutivo.

Músicas que inspiraram, momentos que mostraram a coragem de um povo que parecia moribundo pela opressão que vivia. Uma esperança que parecia um sucesso ao longo daquela liberdade sem sangue que os cravos nos trouxe. Nós fomos livres, deixamos-nos levar pela libertinagem, nossos jovens desejavam tanto a liberdade e as maravilhas que a mesma trazia que se esqueceram (ou quiseram eliminar) toda e qualquer moral que estivesse junto daquela tão intrigante Ditadura.

Então, com vontade de pensar num mundo melhor e diferente, o povo sonhou. O povo deixou que aqueles que apregoavam as maravilhas de uma democracia reinassem - eliminando qualquer riqueza que pud…

[Sentires] Agonia

Imagem
“Uma palavra, ou um simples sentir. Por vezes somos bem mais do que simples números ou letras disfarçados por este nosso mundo. E se meu sentir fosse alguém, quem seria?”
Estremece, deixa-te sentir…


Sou uma espada de dois gumes, que se atravessa pela alma e mirra o peito de quem ousa deitar-se sobre mim. Há quem prefira sentir-me sobre os seus ossos, despedaçar-te inteiro, do que ver-me atravessar a sua frágil alma - amordaçando-a dentre os quatro ventos que o mundo proclama vencer.
Sou como o sangue que fluí dos corpos, atravesso-me a cada célula e faço-me crescer… Sou cada vez mais, cada vez maior e torno-me a única companhia para a tua atormentada alma. Pudesse eu falar-te quantas vezes tu me abraçaste, mesmo que eu jamais te pedisse… Que ousaste esconder-te de ti mesmo, encontrando-me algures onde jamais pensaste ir.
Olhaste em volta, nada encontraste além de mim. O meu sorriso, aquele que tantas vezes provoca gemidos da tua garganta - tão sonoros! Tão abafados! Esse, atinge-te ond…

[BC AUTORAL] 1º Capítulo da História Inacabada

Imagem
A cada mês são-nos propostos temas para realizar a Blogagem Colectiva, que tem sempre temas tão originais! Querem participar? Cliquem 'aqui' e façam parte do grupo!

Esta semana optei por Escolher a blogagem colectiva do Blogs Up de texto autoral. Abaixo encontram a imagem com o link dessa blogagem e a minha escolha.

Primeiro Capítulo da História que você não terminou (e o motivo de ter abandonado)
Para não me estar a repetir, encontra-se 'aqui' a primeira saga de livros que não acabei, com o primeiro capítulo disponível.

Mas hoje não irei falar de Salvatore e Emma, nem vos mostrar mais um pouco da sua história. Hoje é dia de dar espaço ao 'Cristal de Sangue'.
Qual a razão pela qual não a acabei? Como sempre, quando surge um flash que me indica uma nova história coloco em 'pausa' a história anterior e desenvolvo o máximo que posso da seguinte. A realidade é que a falta de tempo e inspiração condicionam o fim de todas estas histórias. É por isso que ainda…

[Fase 3] No fim dos dias...

Imagem
São aquelas palavras que ouço à toda a hora,
Incríveis, aqueles que pensam que são!
Meu corpo se abre e a minha alma chora,
Para quê um mundo de tanta ilusão?!

São aquelas pequenas gotas da chuva,
Pequenas gotas que me vão alimentando,
Meus olhos se fecham à doçura,
Meu corpo sente a noite do tempo,
Dançando pelas felicidades da vida...

Suspiro não pelo que virá,
Nem pelo que já foi...
São suspiros de um agora presente,
Calmante, aquela doce, tão bela!
Dançante a paixão do fim do dia,
A única coisa que agora resta,
A única coisa que realmente interessa...

[Frases] Frase 96

Imagem
Encontrar-se algures pela terceira pessoa que nos vive e nós apenas olhamos... Parece que o tempo passa rápido demais, ou até demasiado lento. Inspira, deixa que os olhos de vidro te mostrem cada dia. Amanhã haverá mais, amanhã poderás perder-te novamente a viver.

[Blogagem Colectiva] Um conto de Amor e Revolução

Imagem
A cada mês são-nos propostos temas para realizar a Blogagem Colectiva, que tem sempre temas tão originais! Querem participar? Cliquem 'aqui' e façam parte do grupo!
Esta parece mas não é uma história de amor vulgar. Vai parecer um tanto estranho, pensar que um conto de amor pode ser apenas de uma pessoa - mas é essa a narrativa que hoje parece existir. Um ser que vive o amor e parece revolucionar-se a cada novo dia.
O nome desta mulher ainda é incógnito, talvez nem ela realmente o soubesse no começo da sua longa caminhada por este dedilhar de palavras. Porém, este conto é dela para ela e ninguém precisa de fazer parte. Bem, a não ser uma lata de coca-cola. Foi com ela que tudo começou...

Era um dia chuvoso, o vento parecia atormentar o seu rosto cabisbaixo enquanto essa menina moça seguia rumo a uma loja para comprar um lanche. Seu estômago parecia querer esmagá-la da quantidade de horas que ela ainda não tinha digerido nada. Pé ante pé, seus passos pareciam levar-lhe a um des…

[Fase 6] Queria saber-te

Imagem
Queria saber-te sobre os meus braços,
Encontrar-te destemido entre traços
De tão breves versos que te dei.

Poderia dizer-te tão breves poemas,
Ou então olhar-te apenas...
Mas se te sinto, não o sei.

Hoje escrevo-te leves versos,
E meus olhos ficam presos
Àquele relógio deambulante.

Sossega doce alma,
Como quem não te chama...

Ouso querer-te hoje,
Ouso desejar saber-te.
Porém a maré não me leva,
A maresia não te traz.

Faço de garrafa partida,
A minha mensagem,
Afundada... Despedaçada.
E que saber-te não te encontre,
Que minha mente continue parada.

Vamos sorrir-te amanhã,
Com carinho...
Queria saber-te hoje,
Mas saber-te-ei apenas amanhã.
Naquele nosso forte abraço imaginado.

[Frases] Frase 95

Imagem
Existem momentos em que percebemos que tudo o que nos rodeia não é mais do que um reflexo das emoções que nos transbordam.
A (in)felicidade está onde menos esperamos - mesmo dentro de nós.
Cada degrau é obrigatório pela nossa vida, mas a forma como os sobes - ou desces - é tua e apenas tua.

Decide, escolhe e vive da forma que te faz real.

[UPInternational] April'16

Imagem
Every month the group Blogs Up gives us some themes that we can choose and make our perfect crazy writing. And that’s what this post is about. Some cool theme that I’ve decided to make it mine.

Hope you like it! Feel free to get into my ship of words.
(Sorry for my rusty English, It have been a while since I’ve written something.) The Day I Left HomeThis is a story about some girl at some village that finds herself deep in depression. No one seems to really care about her, and dying it’s almost the better way of running away from all of this.
In this day, when she becomes aware that dying isn’t the answer to her feelings, his bag gets full and their feet become free. Without a compass to know where she is going. A free spirit that gets wilder, starting to learn how to know who she really is.

Nature sings to her, the silence becomes her best friend. So profound, too much friendly that her smile starts to overcome that darkness that her eyes had met in the past.
The future seems to be br…

[Frases] Frase 94

Imagem
Observar o finito, aqueles que amamos e acabam um dia... Pensar na infinidade de amor que nos atravessa, o mesmo que parece iluminar o mais negro dos futuros presentes nas nossas vidas.
Somos presentes hoje?
Seremos oferendas do amanhã?

[Textos] Dias internacionais - 1º de Abril

Imagem
Dias internacionais, uma pequena tentativa de marcar a humanidade para apreciar certas coisas que deveriam ser apreciadas todos os dias - ou então não. Mentir é algo que sempre somos ensinados a não fazer e sempre é feito de alguma forma - até os nossos pais na maioria das vezes criam 'leves' mentiras para conseguir obter resultados ou quando não sabem o que dizer.
Todos nós somos loucos, andando por aí a divertir-se a cada ano, vivendo numa eterna mentira. Aquela em que nos enganamos, para conseguir sobreviver a certos acontecimentos... Aquelas em que tentamos não magoar alguém, magoando-os ainda mais pois tudo acaba por vir à tona. Aquelas que se tornam compulsivas e envenenam o mundo.

O meu objectivo não é pregar partidas hoje - coisa que tento fazer ao longo do resto do ano. O objectivo é perceber a razão de termos um dia das mentiras. Qual a razão que nos leva a marcar um dia do calendário para uma coisa que sempre nos disseram para não fazer? Talvez pelo humano desejar a…