[642 Coisas] Tema 2

janeiro 30, 2016

"642 coisas sobre as quais escrever (642 things to write about) foi criado em exatamente 24h por 35 escritores, que se juntaram e formaram o grupo The Grotto, em São Francisco, com a intenção de juntar mais escritores e mais escritores, formando uma conexão de inspiração." (Bruna Morgan) Vejam toda a envergadura do Projecto e a sua história em '642 Projeto' e no 'Grupo do Facebook'.

2- Você é um(a) super-herói(heroína). Quais são os seus super poderes e como pretende usá-los?


Abri os meus olhos, estiquei os meus braços e libertei-me de um sono profundo que acabara de ter. Conseguia ouvir um som bem perto, ao mesmo tempo que observava o céu limpo sob a minha cabeça. Eu sempre adormecia pela minha cama, porém os sonhos levavam-me para outros mundos – aqueles que eu continuava minuciosamente a criar.
Esses mundos em que nada existia – nem o tempo – e eu limitava-me a viver por lá, um momento de cada vez. Quando os meus sonhos se tornavam pesados, eles se formavam por um novo mundo e eu acordava neles. Estes eram mundos momentâneos, onde eu viveria até ao ponto de encontrar a porta que me levava de volta para o mundo real.
Olhei em volta, observando a praia deserta. Era a primeira vez que um sonho meu me levava para uma praia, e a sua areia parecia resplandecer pelo dourado suave dos seus pigmentos. Eu estava perto junto às dunas, dentre uns pedaços de madeira que pareciam fazer uma espécie de cama. Eu adorava quando a minha mente me surpreendia.
Passo a passo, aproximei-me da água para sentir a sua leveza sobre os meus dedos. Teria de aproveitar cada momento até que passasse pela saída e este mundo terminasse.
É interessante, como o tempo aqui não passa e os sentimentos prolongam-se pelo infinito. Tudo aqui é vazio, solitário e bastante amplo. Como se um pássaro voasse ao sabor do vento e vivesse por momentos numa utopia. Existem mundos que crio e permanecem à distância de uma porta ou janela e outros que surgem, entregando-se a mim por momentos e logo desaparecendo.
São como breves memórias, que hoje fazem parte de mim e logo surgem – permanecendo eternamente sem que o tempo os altere – continuando vivos em mim.
Hoje criar-te-ei um mundo, levar-te-ei para um universo alternativo. Escolhe o cenário, os sons… E eu te entregarei à utopia!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Dica da bela: Eu limitava-me. Ou usa o eu, ou o me. Tá?
    Ainda não consegui escrever sobre meus poderes. Adorei sua narrativa. Acho que gostaria de parar o tempo.
    Também participo do projeto <3
    | Sorteio do livro: "Como ter uma vida normal sendo louca" |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderEliminar

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts