[TopicOfTheMonth] O Mundo Que Eu Tenho, O Mundo Que Eu Quero

outubro 13, 2015

A cada dia 13 existirá um tópico do mês proposto pelo grupo maravilhoso do Blogs Que Interagem e eu desejo imensamente fazer parte de cada um deles! Espero que gostem, mais um pouco de mim - como pessoa - que se mostra no tema de hoje.

Mundo que eu tenho

Penso que tudo terá começado quando o meu mundo acabou. Naquele dia em que o meu pai morreu e a criança em mim esfumou-se na tempestade dos sentimentos. Procurei escrever-lhe, encontrar-me no nosso mundo que parecia cada vez mais distante. Mas não. A poesia apoderou-se dos meus sentimentos e nada além disso parecia fazer-me viver – eu fazia parte de uma tempestade de um passado que me sugava por completo.
A música fazia o seu papel, como um barco que me erguia das águas cada vez mais turvas… Essa mesma que limpava no final de cada poesia. É por isso que a minha poesia faz parte de fases, mundos diferentes de limpeza dessas trevas em que habito.
Melhor, essas trevas que eu habitava e – agora – elas habitam em mim. As emoções são nossas, nós não devemos arrastar-nos por elas, mas arrastá-las. Senti-las e vivê-las, sem que elas vivam por nós. Foi essa a caminhada que fiz ao longo deste mundo que tenho.

Mundo que eu quero

Sempre gostei de escrever, migrei completamente para o mundo de fantasia para criar novos mundos – daqueles loucos em que dispo-me de mim e entro naqueles que me fazem sonhar. Mas não é esse mundo que eu quero.
Gostava de viajar pelo mundo, respirar dos recantos que possam fazer-me ser transcendente. Crescer, ser mais e não ficar agarrada àquela função que te prende no mesmo sítio. Ser livre para ousar escrever nas entrelinhas a liberdade aos outros.
Mesmo tendo começado a escrever para mim, eu hoje quero deixar que as tempestades daqueles que me leiam se inspirem nas minhas trevas e encontrem luz. Tal como eu, nesta batalha constante, que se encontrem nas minhas palavras e fiquem loucos – tão loucos ao ponto de sentirem verdadeiramente sem serem absorvidos por um só sentimento.
É esse o mundo que quero. Aquele que me enlouquece, faz-me sorrir e deixa-me perder – encontrando cada parte de mim por onde passo. Por que a Natureza é parte de mim, porque o silêncio me abraça e as trevas me acompanham… Que a luz me alcance e me leve pelo mundo – para que meus olhos absorvam o que minha alma sente.
É esse o mundo que quero, para que me perca mais… Fazendo encontrar aqueles que me lêem.
E o vosso mundo? Como ele é… Como desejam que seja?

Querem ver outras postagens sobre este tema? Então visitem aqui, esta imagem, para obterem as outras postagens sobre este tema!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Já embarquei! Vejo que sua história é intensa e transformá-la em arte. uma bela escolha! Já pensou a vida como um quadro que pintamos todos os dias e nunca terminamos. Adorei o suas esclhas! <3

    "Por que a Natureza é parte de mim, porque o silêncio me abraça e as trevas me acompanham… Que a luz me alcance e me leve pelo mundo – para que meus olhos absorvam o que minha alma sente."

    Boa noite!!!!
    www.pensamentosvalemouro.com.br

    ResponderEliminar
  2. Tinha lido seu post outro dia e não consegui comentar pelo cel. Mas super me identifiquei aqui. Parabéns pelo texto, está ótimo.

    ResponderEliminar

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts