[Contos] Gotas D’Água

outubro 08, 2015

Seus cabelos dançavam com o vento, ao mesmo tempo que a pequena menina se fazia moça enquanto corria pelas gotas de chuva. Seu sorriso aprofundava-se por cada célula que atravessava o seu íntimo. Era como se aquelas gotas fossem parte de um mundo encantado, onde a sua vida sangue transbordava de si.
Como será ser aquele ponto morto onde a respiração é inexistente? Perguntava-se, ao mesmo tempo que seus lábios se entreabriam para que a chuva caísse dentro da sua boca. Frio, cru e suave. Tal como a segunda pele encharcada das suas roupas.
Era irónico, sentir-se tão viva pela chuva ao ponto de morrer – tal como uma folha de outono que é levada pelo vento. Porém, era isso que ela mais desejava, ser levada pelo vento e sentir a água sobre a sua pele.
Ser viva, sem que ela mesma o vivesse. Perder a consciência de si, encontrando-se por cada cheiro, cada cor, cada traço que a rodeava. Era esse o desejo dela – fazer parte das gotas de água.

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts