.Poesia

[Fase 3] Violino

outubro 27, 2015


As cordas balançam numa melodia misteriosa,
Deixando que o sangue passeie pelo pescoço,
Permitindo assim que o branco da pele,
Aquele belo branco que tens,
Permaneça mais branco ainda...

Meus lábios procuram essa essência que me alimenta,
Aquela fome que tenho por ti,
Aquela que nunca se sacia,
Querendo beber-te mais e mais,
Desejando o teu sangue mais do que a própria vida
E sentindo o pulsar do teu coração,
Aquele que pulsa com o meu,
Viajando com o teu doce sangue pelo meu corpo...

Fossem as cordas do violino as nossas vidas,
Fossem estes momentos uma eternidade,
Melodia eterna, melodia eterna...

.frases

[Quotes] # Frases 78

outubro 26, 2015

Tal como aquela folha de outono que cai pelo chão, voa pelo vento - já definhada - e segue rumo à maré que a leva... Tal como essa pequena parte da vida que se foi, todos nós desfalecemos pelas nossas folhas.
Por vezes pequenas ventanias sopram, outras são tempestades avassaladoras.
Mas de que serve morrer se nunca se está vivo? Para que serve lamuriar-se apenas porque o mundo não te vê tão bem no espelho - como as noites em branco te levam.
Talvez sejam os olhos fechados, que nada querem ver. Ou o destino traçado pelos nossos dedos... Que nos mata, sem sequer nos querer encontrar.

.Poesia

[Os Dias] Dia Dezassete

outubro 20, 2015

Fossem os corações mal dizentes
Falarem da hora, despindo
Todas aquelas palavras mal ditas,
Deixando que a verdade, crua
E nua, se liberte
Pelas ondas da multidão
Criando a tal utopia.

Utopia que liberta vida,
Navegando em emoções, criando
Drasticamente tudo o que somos
Com o que temos, liberdade
Tão própria, tão bela
Pela imensidão dos sonhos,
Pela vida e pelo amor.

Fossem as almas mal dizentes
Apenas uma ave presa, pobre
Em sua liberdade e amor,
Perdendo tudo, vazios
São os seus pensamentos,
Sem nada que se diga,
Sem mandar felicidade pelo ar.

.frases

[Quote] # Frases 77

outubro 19, 2015

Poderia embarcar na morte para abraçar-te. Deixar-me no vento para encontrar-te como folha caída de outono. Porém o sol ainda está no alto, o carro aquece e o meu sorriso cresce. Pois, por mais que te procure, tu estás sempre aqui - tão preenchido de mim. É por isso que te adoro, horizonte.

.Prosa

[OsMusos] Dark.Omen #1

outubro 18, 2015


Mundo ausente, aquele que se preenche de luz sem que as trevas se percam. Tempo que passa sobre as águas cheias de vida, onde o relógio não faz caso. O mundo se perde, o tempo inexistente se torna possível aos olhos de quem a vê – somos mágicos aqui, hoje. Nossos dedos tornam-se inalcançáveis, sem que o horizonte se aproxime.
Inspirações que se preenchem de cores, como se a alquimia transformasse a natureza em magia diante dos nossos olhos. Somos completos, diante da imensidão inócua que conseguimos obter diante dos nossos olhos.
Pedaços de nós que se tornam vida pelo que vemos diante dos nossos olhos, tal como as nossas mãos desejam possuir. Queremos ser completos, tornando-nos monstros – destruidores do que mais amamos. Sentimos que tudo é nosso, o que nos completa nos pertence. Ilusão crescente, constante e demente.
Que o luar rapidamente chegue e o silêncio nos traga paz. Que o feixe de luz se torne memória prolongada do tempo que já passou e a ilusão se vá. Sejamos aquele que vê, que sente. Façamos parte da paisagem que nos rodeia.

.Poesia

[Os Dias] Dia Dezasseis

outubro 14, 2015

Coração de amor mergulhado de mágoa,
Perdido por dentre os tempos, sem rumo
Em busca da libertação das dores,
Fechado em si, perdido
E sem qualquer caminho que possa
Ser dito como luz.
Nunca importa nada além disso.

A dor que se abate,
Reinando totalmente, destruindo
Tudo o que os anos fizeram,
Fazendo tudo em pó, estilhaçando
Toda e qualquer coisa
Que se atravesse,
Que seja diferente.

BlogsQueInteragem

[TopicOfTheMonth] O Mundo Que Eu Tenho, O Mundo Que Eu Quero

outubro 13, 2015

A cada dia 13 existirá um tópico do mês proposto pelo grupo maravilhoso do Blogs Que Interagem e eu desejo imensamente fazer parte de cada um deles! Espero que gostem, mais um pouco de mim - como pessoa - que se mostra no tema de hoje.

Mundo que eu tenho

Penso que tudo terá começado quando o meu mundo acabou. Naquele dia em que o meu pai morreu e a criança em mim esfumou-se na tempestade dos sentimentos. Procurei escrever-lhe, encontrar-me no nosso mundo que parecia cada vez mais distante. Mas não. A poesia apoderou-se dos meus sentimentos e nada além disso parecia fazer-me viver – eu fazia parte de uma tempestade de um passado que me sugava por completo.
A música fazia o seu papel, como um barco que me erguia das águas cada vez mais turvas… Essa mesma que limpava no final de cada poesia. É por isso que a minha poesia faz parte de fases, mundos diferentes de limpeza dessas trevas em que habito.
Melhor, essas trevas que eu habitava e – agora – elas habitam em mim. As emoções são nossas, nós não devemos arrastar-nos por elas, mas arrastá-las. Senti-las e vivê-las, sem que elas vivam por nós. Foi essa a caminhada que fiz ao longo deste mundo que tenho.

Mundo que eu quero

Sempre gostei de escrever, migrei completamente para o mundo de fantasia para criar novos mundos – daqueles loucos em que dispo-me de mim e entro naqueles que me fazem sonhar. Mas não é esse mundo que eu quero.
Gostava de viajar pelo mundo, respirar dos recantos que possam fazer-me ser transcendente. Crescer, ser mais e não ficar agarrada àquela função que te prende no mesmo sítio. Ser livre para ousar escrever nas entrelinhas a liberdade aos outros.
Mesmo tendo começado a escrever para mim, eu hoje quero deixar que as tempestades daqueles que me leiam se inspirem nas minhas trevas e encontrem luz. Tal como eu, nesta batalha constante, que se encontrem nas minhas palavras e fiquem loucos – tão loucos ao ponto de sentirem verdadeiramente sem serem absorvidos por um só sentimento.
É esse o mundo que quero. Aquele que me enlouquece, faz-me sorrir e deixa-me perder – encontrando cada parte de mim por onde passo. Por que a Natureza é parte de mim, porque o silêncio me abraça e as trevas me acompanham… Que a luz me alcance e me leve pelo mundo – para que meus olhos absorvam o que minha alma sente.
É esse o mundo que quero, para que me perca mais… Fazendo encontrar aqueles que me lêem.
E o vosso mundo? Como ele é… Como desejam que seja?

Querem ver outras postagens sobre este tema? Então visitem aqui, esta imagem, para obterem as outras postagens sobre este tema!

.frases

[Quote] #Frases 76

outubro 12, 2015

Todos nós somos recantos de uma escuridão que a luz não atinge, parte de nós renasce assim a cada dia. Tal como essas trevas, a nossa luz aprofunda-se sobre os poros, deslizando pela nossa pele como se pérolas preciosas se tratassem.

.Prosa

[Contos] Gotas D’Água

outubro 08, 2015

Seus cabelos dançavam com o vento, ao mesmo tempo que a pequena menina se fazia moça enquanto corria pelas gotas de chuva. Seu sorriso aprofundava-se por cada célula que atravessava o seu íntimo. Era como se aquelas gotas fossem parte de um mundo encantado, onde a sua vida sangue transbordava de si.
Como será ser aquele ponto morto onde a respiração é inexistente? Perguntava-se, ao mesmo tempo que seus lábios se entreabriam para que a chuva caísse dentro da sua boca. Frio, cru e suave. Tal como a segunda pele encharcada das suas roupas.
Era irónico, sentir-se tão viva pela chuva ao ponto de morrer – tal como uma folha de outono que é levada pelo vento. Porém, era isso que ela mais desejava, ser levada pelo vento e sentir a água sobre a sua pele.
Ser viva, sem que ela mesma o vivesse. Perder a consciência de si, encontrando-se por cada cheiro, cada cor, cada traço que a rodeava. Era esse o desejo dela – fazer parte das gotas de água.

.Poesia

[Divagações] II

outubro 06, 2015

Meus pensamentos permanecem aqui,
Diluindo memórias, momentos, sentimentos…
São assim as esperanças de encantar,
Tornando as coisas belas, mais distintas.

Linhas entrelaçadas de palavras constantes,
Pronunciando novas vidas em novos sentidos,
São os novos aromas que a vida traz,
São as novas cores que vagueiam pela nossa vida.

Novos sorrisos trazidos de medos perdidos,
Esperando que nada mude, nenhum medo mude,
Entretendo as doces linhas com sentimentos
E desgastando cada palavra com futuros,
Sem aqueles medos que com eles vem.

São leves pensamentos sem medos,
Leves pensamentos de vidas simples, eficazes
Que vagueiam e tornam o sorriso bem perto.
Momentos de felicidade sem razão,
Momentos de simplicidade e realidades paralelas.
Racionalismos sem sentir,
Sentimentos sem racionalizar.

.frases

[Quote] #Frases 75

outubro 05, 2015

Ser bem mais do que aquele horizonte que rodeia o nosso mundo. Viajar dentre esperanças, cometas e chuvas de estrelas. Enlouquecer pelas viagens da mente... Esbanjar sorrisos até aos poros. É isso que faz valer a pena fazer parte da vida. É isso que enlouquece e transmite a loucura da felicidade de se estar vivo.

Corações

Google+ Followers

Popular Posts