Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2014

[Quote] #Frases 41

Imagem
Quanto as horas são tortuosamente escuras…
… aparece um raio de luz enquanto dormimos e menos esperamos que venha.

Concurso de Contos - O Desassossego da Liberdade Parte II

Imagem
Há uns meses participei num concurso fantástico através no Blog BranMorringhan e a editora LivrosdeOntem, pelo seu 6º Aniversário. Como não faço parte dos vencedores, decidi publicar por aqui o conto - em partes para que não fique grande. Cliquem nos links, verão que vale a pena!

♣ Ler a 1ª Parte aqui.
♣-♣-♣

Leitores-Beta: Vagas Abertas

Imagem
Olá, pessoal!
Já tinha resolvido há algum tempo desenvolver algo que pudesse tornar mais real a ligação entre as minhas letras e os meus leitores - e, talvez, seja essa a minha razão principal para abrir este pequeno espaço para quem me ama ler. Quem desejar fazer parte, abaixo segue toda a informação (resumida, pois ainda há muito por ir melhorando para o ano) relativamente a esse espaço deste site. Queres ler as minhas letras e participar com críticas construtivas, então junta-te aos Leitores-Beta e ajuda-me a ser mais do que letras - ser também parte de ti. FAQ O que são Leitores-Beta? É um grupo de almas que ousam entrar pelas minhas letras e cheirarem as flores da entrelinha pela primeira vez. Pessoas que lêem meus textos antes de serem publicados, que me dão opinião sobre projectos que esteja a escrever no momento e comentadores.
Quais as vantagens? Nenhumas. Apenas lêem e comentam o que escrevo e encontram-se comigo pelas redes sociais – caso seja possível.
Por vezes, farei so…

[Quote] #Frases 40

Imagem
Palavras bonitas são fáceis de escrever… Difícil mesmo é senti-las…

TAG: Have a very Bloggy Christmas

Imagem
Fui nomeada pela Ana Patrícia Pereira, do odesempregodeunisto para responder a uma TAG natalícia. Achei interessante, visto que é o meu primeiro Natal com o site oficial... ☺

Regras: Agradecer e divulgar o blog que te nomeou. Responder às 12 perguntas. Nomeares 12 bloggers que queres que realizem a TAG.
Árvore de natal artificial ou natural?
De momento, nenhuma. Por vezes artificial, outras natural. Depende do estado de espírito durante o mês de Dezembro.

Natal com neve ou sol?
Neveeeeeeeeeee! ☺ O frio nem me preocupa, e nunca tive um Natal com neve!

Esperar pela manhã ou abrir os presentes à meia-noite?
Abrir sempre à meia-noite! A vontade é sempre fantástica, ao longo das horas e a espera... Saber esperar é o essencial pelos bons sentires da vida.

Qual o filme que adora ver nesta altura?
The Nightmare Before Christmas, Tim Burton (qualquer outro de animação dele está, simplesmente, perfeito!).

Cânticos de natal nos shoppings. Sim ou Não?
Shoppings, na cabeça, no carro... Entrar pelo espírito…

Concurso de Contos - O Desassossego da Liberdade Parte I

Imagem
Há uns meses participei num concurso fantástico através no Blog BranMorringhan e a editora LivrosdeOntem, pelo seu 6º Aniversário. Como não faço parte dos vencedores, decidi publicar por aqui o conto - em partes para que não fique grande. Cliquem nos links, verão que vale a pena!
♣-♣-♣

[Fase 5] Conseguirias ouvir o sussurrar do teu nome pelo vento?

Imagem
Conseguirias ouvir o sussurrar do teu nome pelo vento?
Perder-te sobre cada parte do teu ser,
Desmanchar-te sobre cada traço da tua vida…
Ser apenas tu, vivo, real!

Era um olhar que entrava perdidamente pelas horas,
Deixando-se livre, erguendo suas asas para o horizonte
E perdendo-se pela luz dos dias,
Sorrindo alegremente à chegada de uma nova manhã.

Um coração pulsante que levava o mundo,
Sentes cada parte de ti, vives cada pequeno pedaço,
Descalçando os pés e sentindo a terra batida sobre eles,
Sorrindo alegremente com uma pequena flor,
Aquela que tocavas suavemente dentre os teus dedos.

Um suspiro desfez o silêncio,
Enquanto a pequena pétala continuava bela,
Seu perfume permanecia eterno,
Sem que sequer um segundo fosse perdido.
Era tudo, era o nada.
Simplesmente era a vida!

[Quote] #Frases 39

Imagem
E como ser-se um ponto, no meio de toda esta multidão, com vontade de se fazer reticências?

[Fase 2] Exames

Imagem
Passos que se movera à batida do stress,
Canetas que vão escrevinhando sabedoria,
Fazendo imensa falta, aquela parte da matéria que se aqui estivesse,
Com certeza, todas as médias, subiria.

O relógio, ora aliado, ora inimigo,
Nos vai deixando à nora,
Deixando-nos olhar para o umbigo,
Querendo ver as palavras saírem para fora.

Muitas palavras que não saem,
Deixando um bocadinho abandonada
Naquele sentimento em desvantagem,
Como se não houvesse outra alvorada.

[Homenagem] #Frases 38

Imagem
Não preciso de corações, tenho palavras que me saem da alma, abraçando-me com carinho para que minhas lágrimas invisíveis saiam.
Não preciso de perder-me nas minhas ilusões, desilusões sempre atravessam minha vida, mas nunca me matam. Eu sempre poderei erguer-me mais uma vez, e outra…e mais outra!
O que eu preciso é de sentir-te, sim tu… Aquele que germina em mim, que se entranha em mim a cada respirar meu. És parte da minha alma, do meu coração e de cada célula que eu sou.
Não sou nada além do que me fizeste ser.
E eu amo-te por isso.

[Palavra Dada] Tempestade

Imagem
E hoje temos som, ouve-o:

Audio recording software >>
Um ponto. Aquele que se repete.
Leve no início, constante pelo meio
E tão breve numa respiração entre-cortada...

Quem és, doce tempestade?
Tormenta dos meus olhos fechados,
Lacrimejados pelo silêncio do teu vento.
Relampejante sobre a minha pele,
Estremecida carcaça velha.
Um estremecer preenchido pelo nada,
Tão suave como a saudade.

Pára! Deixa-te aqui
Sobre o colo que te habita.
Gritos se fazem silenciosos,
Dispersos na neblina de outrora.

São dedos que se perderam pelo ar,
Junto dos cabelos revoltos - revoltados
E soltos nas corridas que o sopro nos dá.
Que último sopro é este, louco?
Corre-te de mim, estilhaça-te!

Faz-te breve, preenchido, profundo!
Encontra-te na maresia de tantas ondas,
Essas gigantes que te abraçam suplicantes.
Porque não sentes tu?

De que seria o vento,
Por esses teus quatro cantos imaginados...
Se não fosse esse teu destruidor, esse teu mundo?

Eu ouço-te, tempestade...

Já se ouviu o teu grito mudo.
Pala…

[Filosofia] #Frases 37

Imagem
Diz-me, o silêncio faz de ti um enorme vazio ou uma enchente de ti mesmo? O que respiras? O que estremece os teus sentires?

[Quote] #Frases 36

Imagem
E eu me perguntei que força era esta que permanecia tão viva dentro da minha alma. Eu queria saber-te a cor, o sabor… Adoraria saber-te a origem para puder brincar, gargalhar, sorrir e agradecer… A cada novo respirar da minha vida.

[Fase 5] Um até sempre...

Imagem
Ergue-te, deixa-me ver a tua face...
Deixa-me entranhar pelo teu ser,
Sentir o que tuas lágrimas me dizem,
Viver pelas pupilas dos teus olhos dilatados...
Vejo-te sobre o espelho, tua face,
Acarinhada pelas palavras, que nunca se dizem,
Apenas sentem aquela aurora
Que agora chega perante ti,
Banhada por um olhar prateado,
Que surge de um simples suspiro.

Deixa-te desenhar sobre os versos deste poema,
Perder-te sobre a lágrima que agora cai,
Que agora se sente, que agora vive.
Pois, amanhã... Amanhã será um novo dia,
Ergue-te e sente a brisa... Sentes? Consegues sentir?
Fez-se palavra, fez-se vida. Agora,
Descansa sobre o teu leito...

[Quote] #Frases 35

Imagem
Será que é por sermos tão vazios por dentro - e termos medo desse vazio -, que nos procuramos preencher de ilusões e todo o barulho que possa ocultar o silêncio? Contra o que remas, nos dias de hoje, além de ti mesmo?

[Fase 3] Embarcando na morte...

Imagem
Passeando ao longo da colina,
Sendo parte do clima…
Morrendo para a morte,
Embarcando para a vida.

Tudo que não te deixar viver
É morte,
Tudo o que for vida,
Deixará que cresças
E que passeies pela colina.

O medo do fim
É o medo do início,
Pois onde tudo acaba
Tudo começa.

Embarca na morte
Do egoísmo,
Deixa que a tua alma
Se torne pó…
Embarca na morte
Do fútil,
Bem sabes que não dói
O que não sentires.
Embarca na morte
Da ganância
E verás o quão difícil
Será voltares à terra
Da vida eterna.
Embarca na morte,
E deixarás de ter alma,
De existir um só ser
Egoísta e sozinho.

[Quote] #Frases 34

Imagem
Fazes-me sorrir… E muito! Adotei-te como parte da minha família, meu coração guardou um cantinho para ti e agora somos tão próximos… É minha família sem sangue, mas que bombeia o meu coração de amor e carinho. Te amo. Muito. Mesmo.