[Fase 5] Sopro

novembro 13, 2014

Podes abraçar-te pelo sabor do vento,
Esse que te sopra a toda a hora?
Deixa que transpareça o sentimento
Da morte que virá sem demora.

Respira-te hoje, vive-te amanhã.
Horas contadas de segundos desperdiçados..
Não existe qualquer letra, entrelinha, emoção traçada
Que não se faça inexistente no último sopro fustigado
De teus lábios entreabertos de ternura.

Para onde te foste, agora,
Que o ar já não sopra em ti?

Que sopro é esse,
Tão insano,
De onde brota a esperança?

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts