O frio que gela a alma

novembro 11, 2014

Olhando pelo mundo,
Vendo a toda beleza
Que se encontra no profundo
Da tão perfeita natureza.

Sopra o vento contra mim
Que vai gelando as minhas entranhas,
Que vai congelando assim
Todas as minhas façanhas.

Sentindo assim o vento,
Deixando-me ser parte
Desta natureza que está cá dentro
E que se expande na arte.

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts