[Fase 4] Aquelas palavras que não me lembrava...

outubro 14, 2014

Tão sublime, tão profundo...
Sentimento que nos faz o nada de tudo,
Fazendo-nos sentir o vazio,
Enquanto as horas passam,
E os dias de uma vida passam a pó...

Então? Para quê amar se de nada serve
Senão mostrarmos o que nada somos,
Aquele enorme infinito, grande falta...
Sem amar, sem amor... Tudo se perde.

Pudera eu amar, ser eternamente completa,
Fugir da morte amada, da morte vazia,
Deixando levemente esta vida,
Querendo viver esse amor que preenche!
Nunca perdê-lo de vista,
Nunca morrer por ele.

Amar (grande sina essa,
Que nos deixa o que mais nos falta irradiar)...
Esperanças de um vazio que se enche,
Sentindo de novo os sorrisos,
Aqueles que alimentam a alma...
Aqueles que são a própria alma,
Brotando, deixando que o amor saia,
Deixando o vazio completo,
Ficando apenas assim...
Amar.

You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts