[Fase 4] Nada mais... Apenas tu.

setembro 30, 2014






 Ler em Português      Read in English

Vês todas aquelas vezes que sorri?
Todas aquelas vezes que falei para ti,
Sorrindo e rindo como se duma criança,
(Descobrindo como a vida é bela!)
Sentindo o que é ser feliz...

Não é por te ter a meu lado,
Não é por te amar, pois nem doi,
Amar não é chama, não é dor!
Amar é deixar-se e não ser mais o mesmo,
E eu sou simplesmente eu em ti.
Agora sim a minha vida sorri,
Diz que não importam horas, momentos,
(Na realidade nunca importaram)
O que importa é o que sou,
O que és e o que somos...

Podia dizer-te palavras bonitas,
Mas não eram sentidas,
(Oxalá pudesse dizer-te o que me fazes!)
Não são palavras que fazem uma vida,
As vidas é que iluminam a palavra...
Preferia jamais escrever,
Não puder falar, do que perder,
Do que não saber o que é amar...

O que é amar?
Não me perguntem a mim!!!
Pois palavras de nada servem,
Sou simplesmente eu...

Mas sim, amo e quero amar,
Perder-me e encontrar-me,
Deixar que tudo se mude, se revolte...
É o amor da minha vida,
Os dois amores, os dois odores...
Não me perguntem que nada sei,
Não preciso de saber...
Apenas sentir-te, Ó Amor Meu!
Me basta...Nada mais...




You Might Also Like

0 comentários

Deixa aqui o teu pedaço!

Não te esqueças de deixar o link do teu blogue, caso tenhas, para te poder visitar!

E... Não te esqueças:
embarca pela minha loucura, sê-te tempestade de emoções!

Corações

Google+ Followers

Popular Posts