Mensagens

Últimos Ventos

[Fase6] Esboços de Vida

Imagem
Um traço de cor que se desfaz em vida, Tivesse eu outra saída Do que desenhar sentimentos Por dentre todos os momentos Que o meu respirar tem mais do que uma saída.
Sou traço de uma caneta de emoções. Hoje viro chuva e luar, Amanhã serei sol e vento. Por enquanto viro contratempo De uma melodia que não parece parar.
Quem és tu, doce alegria? Como ousas tu me ensinar Toda essa vida que é cantarolar Pela Natureza, minha sinfonia?
Não sou compositor da vida, Porém ouso pausar em pequenos passos. Diante de tantas linhas pela vida Ouso traçar os meus esboços Mesmo que tudo seja menos que tremoços.
Poesia é vida escondida Que teima sentir-te, sem doer.

[Fase6] Sereno anoitecer, este...

Imagem
Sereno anoitecer, este Que se atravessa pela minha mente do leste E adormece sobre o meu colo dos sentires.
Respiro-te pela luz que reclina Por dentre o céu que me ilumina. De onde estará esse teu sorriso Que me encontra quando é preciso?
Hoje suspiro-te, inspiração. É a ti que procuro, minha companhia. Serás tu o meu romeu, doce romeu Para uma Julieta que embebe de venenos cruzados? Estás presente pelo meu coração, Fazes-te em mim, a alegria. Até por aqueles momentos em que não sou eu Que me abraço, com braços amados Que teimam em sentir sem doer.
Sereno anoitecer, este… Que me preenche, ilumina.

[Palavras Imensas] É por isso que te amo…

Imagem
Todos aqueles dias estás aqui, Permanecendo a meu lado e ficando comigo, Dizendo o quanto me amas, Fazendo-me sentir sempre em casa.
Estando mal ou bem, Não importa agora, apenas no momento, Tuas asas me amparam e me aconchegam, Não és anjo, nem voas, És a força que todos os dias nasce Dentro de mim e sai ao mundo!
É por isso que te amo, Por me lembrares quem eu sou, Por me amares como eu sou e não doutro jeito. E agora tenho eu outro anjo perfeito, Permite que os dias escuros se vão, Para que a tua força prevaleça, Foi esse teu amor que me deste, Foi o quanto me amaste. Aquele outro anjo, esse Faz-me não esquecer quem sou, Não esquecer o que tenho. Agradeço aos dois, sem palavras…

[Palavras Imensas] Questionadora

Imagem
Pudessem meus olhos saber tudo, Descobrir todas as cores da vida, Sentir todas as vidas do mundo, Saber cada resposta de todas as questões… Mas quem seria eu se soubesse?
As questões que me assaltam a vida, Aquelas a quem nunca respondo, Fazem de mim uma fugitiva, Pois fujo de respostas, quero perguntas, Deixando minha sina num turbilhão, Sentindo na pele cada pergunta… Quem sou eu? Não há respostas…
Questiono o mundo e seus vícios, Seus medos e cada podre, Aqueles que toda a gente sabe, Mas que ninguém gosta de ouvir Nem ousa sequer falar. De todas as perguntas só tenho uma resposta, Procurarei a cada novo dia, Não importam bem os tempos, Procurarei todas aquelas perguntas, Questionando ao mundo, Fazendo-o acordar! Pois eu sou questionadora de natureza, E nunca vou parar!

[Palavras Imensas] Por Vezes

Imagem
Sometimes it’s hard to say
I’m sorry…

Lágrimas são aquelas que sentem,
Aquelas que nascem cá dentro,
Querendo percorrer a face,
Deixando que tudo de bom desapareça,
Ficando apenas aqueles momentos.

Por vezes é duro sentir,
Mesmo sem querer, sem mostrar…
São tantas as dores da alma,
Tantas as dores de amar…

Mas nada nem ninguém muda,
Por mais que tudo passe,
Tudo permanece igual…
Talvez o melhor fosse por tudo num fim,
Desaparecer, não esquecendo…

Mas algo me prende,
Não consigo deixar-te…
É duro querer-te tanto,
É duro querer fugir de ti.
Por vezes quero fazer as coisas
De forma diferente,
Ser diferente, menos incompetente…
Apenas quero olhar-te,
Também abandonar-te,
Porém estou presa, mas nada me detém.
Sou eu quem não quero,
Às vezes…

[Poetry] Flying over the grass

Imagem
What if dreams made you fly? Would the smile of yours become my Sun?
The sky seems so cold today, The winds of ice were approaching. I take my wings, this was the day That my dreams weren’t crushing.
My voice thinks loudly: How could my wings be like hope? My fingers try to reach them And my soul sings the song of the dead.
The field today is mine, My soul runs deep within. I have hopes and dreams of one kind And I’ll hope like I’ve never been.
I touch the grass with my mind, Like the smile that I share. My feathers shine with the sun, I aim the sky today. The day I fly away.
Let hope let it be, Me flying over the grass of love.

[Blogagem Colectiva] Séries para por em dia

Imagem
A cada mês são-nos propostos temas para realizar a Blogagem Colectiva, que tem sempre temas tão originais! Querem participar? Cliquem 'aqui' e façam parte do grupo!


Eu sou uma pessoa enlouquecida pelas séries e filmes. Desde criança que era aquela pessoa que passava a maior parte do seu tempo à frente de uma televisão pelos fins-de-semana. Documentários, essas maravilhas também faziam parte da fome que tinha por conhecimento e desta paixão pelos enredos que mais tarde descobri fazer parte dos meus dedos. Mas estamos aqui para falar das séries… Portanto, num total de 27 séries é quase impossível não perder o fio à meada. Talvez seja por isso que quase cada passo meu dado pelas séries de língua inglesa (que sempre vejo sem legendas) está marcado no calendário TV Calendar. Além dessas, ainda vejo algumas asiáticas, consoante o que me vai apetecendo, utilizando a aplicação Asian Drama TV com legendas em inglês. Mas, ao escrever, tenho tempo para ver tudo? Claro que se torna comple…